© 2015 por Realmente Mulher

" Força e dignidade são os seus vestidos; Ela sorri diante do futuro"

Pv 31:25

Mulheres que amam demais

22/06/2016

Amar demais deixa de ser saudável quando se persiste em um relacionamento destrutível e insensato e mesmo assim não se consegue romper.  Uma mulher que ama demais carrega dentro de si um vazio interior muito grande, pois sua vida se resume a sua obsessão por um companheiro que não é merecedor da sua atenção e amor.

 

Por incrível que pareça a essência dessa obsessão não é o amor e sim o medo. Medo da rejeição, medo de ficar sozinha, medo de ser ignorada, medo do abandono, medo, medo e medo...

 

Mas porque uma mulher ama demais?

 

Geralmente as mulheres que amam demais tiveram um lar desajustado em que suas necessidades emocionais não foram satisfeitas. Em muitos casos percebe-se que a mulher tenta reproduzir a rejeição que sofreu no passado, não se sente digna de um relacionamento em que exista o amor.

 

Por esse motivo, essa mulher projeta um amor intenso e desequilibrado pelo outro, tentando suprir suas necessidades nesse homem, que se torna alvo de toda a sua atenção. O medo do abandono é tão grande que essa mulher faz de tudo para que esse relacionamento não acabe, evitando assim, sentir-se novamente rejeitada.  Mas o que ela mais consegue reproduzir nesse relacionamento é justamente o que ela mais teme, a rejeição desse homem que a mal trata e a ignora, fazendo desse amor uma forma de manipular essa mulher.

 

Outra característica de uma mulher que ama demais é a baixa autoestima.  No fundo, ela não se acha merecedora de amor pelo simples fato de existir. Ao contrário, essa mulher acredita que possui falhas e defeitos terríveis e precisa se esforçar muito para os superar.

 

Mas como sair desse padrão de relacionamento?

 

RECONHEÇA QUE VOCÊ É UMA MULHER QUE AMA DEMAIS

 

A primeira coisa que uma mulher que ama demais deve fazer é reconhecer que seu relacionamento está funcionando em um padrão doentio. Parece um passo tão pequeno, mas quem nunca viu um viciado negando sua dependência? Da mesma forma que um dependente químico nega o seu problema, a mulher que ama demais também tem a tendência a negar o seu problema até a situação se tornar insuportável.

 

ASSUMA A RESPONSABILIDADE

 

O segundo passo é parar de culpar os outros por seus problemas e assumir a responsabilidade pelos próprios atos e pela situação que está vivendo. Perceber que você é a única pessoa que pode e deve mudar.

 

PROCURE AJUDA

 

O terceiro passo é parar de evitar seus sentimentos e começar a trabalhar com eles, para isso é imprescindível buscar ajuda de outras pessoas ou profissionais da área. Não tente superar a situação sozinha, você precisará de apoio.

 

OLHE PARA SI MESMA

 

Uma mulher só consegue sair desse tipo de relacionamento quando começa a olhar para si mesma e preencher seus buracos internos com outras atividades como: novas amizades, trabalho, prática de esportes, entre outros. Portanto, mexa-se!

 

LEMBRE-SE

 

O relacionamento não deve estar pautado no que você faz pelo outro, muito menos no suprimento das próprias faltas interiores.

 

É preciso compreender que o relacionamento é uma troca e um encontro entre duas pessoas que desfrutam da presença e companhia uma da outra. O relacionamento saudável é aquele em que um casal desenvolve junto e que tem objetivos de futuro em comum, é um relacionamento em que existe a complementação e o companheirismo.

 

 

Daniela Knapp Vargas

Psicóloga Clínica e Coach de Mulheres

CRP 08/16950

Atendimento presencial em Curitiba PR

Agendamento de consulta: (41) 9 9944-9346

Site: www.realmentemulher.com.br

Facebook: www.facebook.com/realmentemulher

Instagram: Psicóloga Daniela Knapp

E-mail: psicologadanielaknapp@gmail.com

 

Please reload