© 2015 por Realmente Mulher

" Força e dignidade são os seus vestidos; Ela sorri diante do futuro"

Pv 31:25

Comunicação: Por que sempre me interpretam mal?

06/05/2016

A comunicação é um grande desafio para qualquer pessoa, já que nossas mensagens nunca são compreendidas em sua totalidade.  A frase que tem um significado para você, para outra pessoa pode ter um significado totalmente diferente. O que, muitas vezes, pode impossibilitar uma pessoa de se comunicar pelo simples fato de julgar a fala do outro a partir do seu próprio universo de significados.

 

Além dessa dificuldade, ainda existe o fato de que nos comunicamos não só por palavras, mas por atitudes, olhares, comportamentos e intenções. Daí entendemos que se comunicar é realmente uma arte.

 

Você já teve a experiência de falar algo sem querer ofender e a pessoa ficar extremamente chateada com você? Ou você já comunicou algo e despertou atitudes de rebeldia e de desinteresse na outra pessoa?

 

Pois bem, esses são alguns indícios de que você está se comunicando de forma errada. Ou seja, existe algo na maneira que você tem usado as palavras ou nas suas próprias atitudes que estão impedindo você de chegar ao resultado que tanto espera.

 

Vamos aprofundar um pouco esse raciocínio? Existem comportamentos que atraem outros comportamentos, como se fossem imãs. Então, no momento que você comunica algo, você também comunica uma atitude, que vai desencadear uma reação na pessoa que está recebendo a informação. Muito complicado? Então, vamos aos fatos....

 

Se uma pessoa ao se comunicar expressar uma atitude de dominação, querendo mandar na situação ou dar ordens, provavelmente a atitude que irá despertar na pessoa que está recebendo essa informação será de uma submissão rebelde, ou seja, essa pessoa poderá até acatar essa ordem, mas fará questionando e reclamando.

 

Já por outro lado se uma pessoa ao comunicar expressar uma postura muito permissiva, sem firmeza  diante da situação, provavelmente despertará uma atitude imatura de quem está recebendo a mensagem.

 

Então nós chegamos aos fatos, uma postura de dominação age como um imã para que aconteça uma reação de rebeldia.  Por outro lado, a postura de permissividade desencadeará em uma atitude de imaturidade.

 

Mas então como expressar o que é preciso de maneira correta?

 

A maneira correta de expressar o que se fala é adotando uma postura de orientação e de nutrição, ou seja, de ajuda. Ao tomar essa atitude seja através das palavras ou através das expressões usadas a pessoa que está recebendo essa mensagem irá responder com uma atitude de cooperação e de espontaneidade.

 

Parece muito complicado, não é mesmo? Afinal de contas, como saber o limite de uma fala de orientação e de dominação, por exemplo? Eu diria que isso somente  é possível através do autoconhecimento e do treino das habilidades. Com o tempo de exercício com as pessoas que você convive é que sua percepção ficará aguçada para que você consiga entender os limites. Dessa maneira, você passará  a usufruir de uma comunicação mais eficaz.

 

A medida que aprendemos a nos comunicar na forma e no conteúdo que queremos expressar conseguimos aprofundar os nossos vínculos, obtendo melhores resultados em nosso dia-a-dia.

 

Daniela Knapp Vargas

Psicóloga Clínica e Coach de Mulheres

CRP 08/16950

Atendimento presencial em Curitiba PR

Agendamento de consulta: (41) 9 9944-9346

Site: www.realmentemulher.com.br

Facebook: www.facebook.com/realmentemulher

Instagram: Psicóloga Daniela Knapp

E-mail: psicologadanielaknapp@gmail.com

Please reload